quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Pai, Bota Rock!!!

Coloquei um contador de visitantes únicos lá embaixo no blog. O divertido é que parou em 7 faz 2 dias.
Potanto, tirando eu, apareceram 6 leitores.
Não imagino quem sejam, porque acho que nem a Betine visita meu blog. Portanto, tenho 6 leitores, o que é já é meia dúzia. Dizem que de meia dúzia pra cima só vai.
Ou vira ímpar

Mas o motivo desse post é outro.
Ontem eu e o Lorenzo fomos visitar minha mãe.
Na volta pra casa, meia noite e poucos, Lo agitando o dia todo, vim devagarito, segurando o pé no acelerador e coloquei um cd de coletâneas. Lá pelas tantas, eu olhando pelo espelhinho de espionar o filho e vendo se o Lorenzo dormia, dormir no carro já é um grande começo de noite para um pai cansado, e nada.

Tocava um Beatles, depois de alguns rocks mais acelerados.
Terminado o Beatles, entrou um som de gaita e uma voz fanhosa.
O Lorenzo se agitou.
"Pai, bota rock!"
Eu não acreditei.
Ele repetiu e insistiu.
"Pai, tira esse e bota rock!"
Eu tirei.

Era Bob Dylan.

Esse guri é um gênio! 

Coloquei outra música.
Ele esboçou resmungar. 
Falei, esse não é rock. Mas é Otis Redding. 
Ele ficou quieto e não resmungou.
Dormiu.

5 comentários:

Carlos disse...

contador de contador sabe contar?

Lua disse...

uhauahuahuah! Guri bem esperto esse! ;-0

INTERnet/BV disse...

Sou blogueiro também e sei da importância de um comentário. Dizem que é o "pagamento" do blogueiro.

Fomos apresentados na Feira do Livro, pelo Andreas. Sou o Guilherme, do Movimento INTERnet/BV.

Vi teu perfil na Comunidade História Colorada e acabei chegando aqui.

Parabéns pelo guri. Sabe das coisas!

Abraço,

Guilherme.

Jadson André disse...

Marcelo, meu nome é Jadson
sou de Curitiba e terminei de ler "Arquivo Morto" hoje (21/11).
Eu não sei na verdade, mas em momento algum eu senti vontade de "desvendar" a sua obra. No fundo as coisas simplesmente vinham, mesmo as aparentes faltas de sentido eram complexas e profundas na simplicidade.

Grande abraço e parabéns.
fica ai o contato
www.lanternalivre.blogspot.com

Marcos Mairton disse...

Oi, Marcelo. Cheguei em seu blog pesquisando a expressão "Devoradores de almas", que é o título de uma música de minha autoria. Fui parar em um texto intitulado "Solução Final", em http://www.geocities.com/SoHo/8382/index2.html. Não sei vc é o mesmo Benvenutti de lá, mas gostei muito do texto. Fiquei curioso para ler "Arquivo Morto". Vou pedir pelo seu e-mail, mas quis deixar o comentário aqui.
Um abraço!